Vale entra no Índice Dow Jones de Sustentabilidade

16/09/2013

A mineradora está no ranking das empresas com melhor índice de sustentabilidade para mercados emergentes segundo a Dow Jones. Na versão mundial do índice, uma das poucas empresas brasileiras é a Petrobras. O índice aponta as empresas que são consideradas líderes mundiais em sustentabilidade empresarial, baseando-se em critérios econômicos, ambientais e analisando a performance social da empresa.

A mineradora brasileira Vale entrou na lista do Dow Jones Sustainability Index (DJSI Emerging Markets). Junto com a Vale, entrou nessa categoria a CCR, de concessões rodoviárias. A Petrobras, a Fibria e a Kinross, que têm grandes operações no Brasil, estão no ranking mundial, DJSI World. A lista completa será divulgada no dia 23 de setembro.

No índice, constam algumas das 2.500 maiores companhias cujo desempenho é monitorado pela DJSI World. São avaliados o desempenho econômico, ambiental e social a longo prazo. Este ano, 333 empresas de 25 países participam do DJSI World em 59 setores da indústria.

O DJSI Emerging Market é um dos seis índices regionais que compõem o índice mundial.

Kinross Gold foi apontada no índice DJSI World pelo terceiro ano consecutivo. A mineradora está também no índice da América do Norte pelo quarto ano consecutivo.

“Estamos orgulhosos de estar entre os líderes globais em sustentabilidade empresarial, na lista do Dow Jones”, disse James Crossland, vice-presidente executivo de assuntos corporativos. “Isto representa o comprometimento de nossos empregados com uma mineração responsável,” completou.

A mineradora Kinross Gold tem ativos no Brasil. A mina de Paracatu (MG), adquirida em 2003, passou por um longo processo de expansão que foi concluído no ano passado. Com as obras, a vida útil da mina foi estendida até 2042. A planta de Paracatu é capaz de processar 61 milhões de toneladas de ouro por ano.

Pelo oitavo ano consecutivo, a Petrobras integra o DJSI World, com nota máxima nos critérios transparência, pela sétima vez, e liberações ao meio ambiente. A companhia também se destacou nos critérios impacto social nas comunidades, políticas e sistemas de gestão ambiental e gerenciamento de risco e crise.

A companhia também renovou a participação no Dow Jones Sustainability Emerging Markets, índice regional que engloba 81 empresas de 20 países em desenvolvimento.

Em 2012, os investimentos e gastos operacionais em proteção ambiental da Petrobras totalizaram R$ 2,9 bilhões, um aumento de 7% em relação ao ano anterior. O valor inclui projetos de gestão ambiental e patrocínio a projetos externos. Entre os resultados dos projetos de gestão ambiental, destaca-se a economia de 4 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) ou 8,6 milhões de gigajoules (GJ) de energia.

Além da Vale, a CCR, que tem concessões rodoviárias no Brasil, entrou no ranking deste ano. Saíram do ranking de mercados emergentes, a Sabesp e a Ultrapar Participações, da área de energia.

Newmont Mining também aparece no DJSI World, pelo sétimo ano consecutivo. O DJSI World de 2013, o índice de sustentabilidade premier da Dow Jones, inclui 333 empresas globais identificadas como líderes nas áreas de desempenho econômico, ambiental e social ustentável. Em 2007, a Newmont tornou-se a primeira empresa mineradora de ouro incluída no DJSI World e vem sendo também incluída no DJSI North America Index desde 2006.

O Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World) foi criado em setembro de 1999 para rastrear a performance das maiores companhias líders em termos de sustentabilidade empresarial.

Notícias de Mineração Brasil

SHIS QL.12 CONJUNTO 0 (ZERO) CASA 04 - Lago Sul - CEP: 71.630-205 - Brasília/DF
(61) 3364-7272 / (61) 3364-7200 - ibram@ibram.org.br Profissionais do Texto
 
Tecnologia  WebAdvisor